Publicação: A formação de professores de línguas para fins específicos com base em gêneros textuais

Confira a publicação de Vera Lúcia Lopes CRISTOVÃO  e Ana Paula Marques BEATO-CANATO.

RESUMO

A demanda por cursos de línguas para fins específicos tem aumentado gradativamente devido, especialmente, à abertura de fronteiras, a internet e sua popularização e a consequente ampliação das relações internacionais em contextos variados, de negócios à academia, para citar dois exemplos. Além disso, temos presenciado uma expansão significativa de cursos técnicos profissionalizantes federais, para os quais há uma demanda crescente de professores de línguas para fins específicos. Nesse sentido, o artigo advoga que os cursos de graduação em Letras devem considerar essa realidade e englobar a formação de professores para fins específicos em seus currículos. Também sugere que o trabalho pode ser realizado em torno de gêneros textuais e uma perspectiva teórica possível seria o interacionismo sociodiscursivo (BRONCKART, 2006; DOLZ, SCHNEUWLY, 1998), corrente a qual estamos filiadas. Para alcançar tal objetivo, o texto traça um panorama da abordagem de línguas para fins específicos e expõe os princípios do interacionismo sociodiscursivo que poderiam nortear essa formação. Ao fazer isso, aponta que os cursos de Letras não têm dado a devida atenção a essa formação e que uma disciplina com esse foco poderia contribuir significativamente.

Palavras-Chave: ensino-aprendizagem de línguas para fins específicos; formação de professores; gêneros textuais; interacionismo sociodiscursivo

ABSTRACT

The demand for courses of language for specific purposes has increased gradually due, especially, to the open of borders, the internet and its popularization and the consequent widening of international relations in different contexts, from business to academia, to mention two examples. In addition, we have witnessed a significant expansion of federal technical institutions, for which there is a growing demand for teacher of languages for specific purposes. In this sense, the paper advocates that undergraduate courses in Languages and Literatures should consider this reality and cover the teaching education for specific purposes in their curricula. It also suggests that the work can focus on text genres which are relevant to the context and a possible theoretical perspective would be the sociodiscursive interactionism (BRONCKART, 2006; DOLZ; SCHNEUWLY, 1998), the approach on which this paper focuses. By doing so, the paper advocates that Languages and Literatures courses are not giving the necessary attention to the question and that a subject with this focus could contribute significantly to teacher education.

Key words: languages for specific purposes; teacher education; text genres; sociodiscoursive interactionism

 

Confira o texto completo aqui.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s