Publicação: Literaturas de Língua Inglesa e Educação Ambiental.

Confira o texto de Vera Lúcia Lopes Cristóvão e Vinícius Neves Cabral.

Resumo

O atual estado de degradação do meio ambiente exige atenção especial de todas as áreas do conhecimento, como ressalta a Lei nº 9.795 de abril de 1999, entre elas, as Literaturas em Língua Inglesa focadas neste trabalho. O surgimento de uma nova corrente teórica de análise literária a partir da segunda metade do século XX, a ecocrítica, mostra a preocupação dos estudos literários com as questões ambientais. Sendo parte da formação de futuros professores, as disciplinas de Literaturas de Língua Inglesa foram analisadas com base em conceitos relacionados à Educação Ambiental e à Literatura para que pudéssemos apontar possíveis pontos de convergência entre essas áreas. Os objetivos da Educação Ambiental, de acordo com a Carta de Belgrado, os sujeitos apontados por Tozoni-Reis e a ecocrítica nos permitiram levantar o potencial de contribuição dos estudos literários para a EA. Entretanto, defendemos a necessidade de trabalhos interdisciplinares para a potencialização dos de seus efeitos futuros.

Palavras-chave: Educação Ambiental, Literaturas de Língua Inglesa, Ecocrítica.

 

Leia o texto completo aqui.

Advertisements

Publicação: A formação de professores de línguas para fins específicos com base em gêneros textuais

Confira a publicação de Vera Lúcia Lopes CRISTOVÃO  e Ana Paula Marques BEATO-CANATO.

RESUMO

A demanda por cursos de línguas para fins específicos tem aumentado gradativamente devido, especialmente, à abertura de fronteiras, a internet e sua popularização e a consequente ampliação das relações internacionais em contextos variados, de negócios à academia, para citar dois exemplos. Além disso, temos presenciado uma expansão significativa de cursos técnicos profissionalizantes federais, para os quais há uma demanda crescente de professores de línguas para fins específicos. Nesse sentido, o artigo advoga que os cursos de graduação em Letras devem considerar essa realidade e englobar a formação de professores para fins específicos em seus currículos. Também sugere que o trabalho pode ser realizado em torno de gêneros textuais e uma perspectiva teórica possível seria o interacionismo sociodiscursivo (BRONCKART, 2006; DOLZ, SCHNEUWLY, 1998), corrente a qual estamos filiadas. Para alcançar tal objetivo, o texto traça um panorama da abordagem de línguas para fins específicos e expõe os princípios do interacionismo sociodiscursivo que poderiam nortear essa formação. Ao fazer isso, aponta que os cursos de Letras não têm dado a devida atenção a essa formação e que uma disciplina com esse foco poderia contribuir significativamente.

Palavras-Chave: ensino-aprendizagem de línguas para fins específicos; formação de professores; gêneros textuais; interacionismo sociodiscursivo

ABSTRACT

The demand for courses of language for specific purposes has increased gradually due, especially, to the open of borders, the internet and its popularization and the consequent widening of international relations in different contexts, from business to academia, to mention two examples. In addition, we have witnessed a significant expansion of federal technical institutions, for which there is a growing demand for teacher of languages for specific purposes. In this sense, the paper advocates that undergraduate courses in Languages and Literatures should consider this reality and cover the teaching education for specific purposes in their curricula. It also suggests that the work can focus on text genres which are relevant to the context and a possible theoretical perspective would be the sociodiscursive interactionism (BRONCKART, 2006; DOLZ; SCHNEUWLY, 1998), the approach on which this paper focuses. By doing so, the paper advocates that Languages and Literatures courses are not giving the necessary attention to the question and that a subject with this focus could contribute significantly to teacher education.

Key words: languages for specific purposes; teacher education; text genres; sociodiscoursive interactionism

 

Confira o texto completo aqui.

Publicação: Letramentos digitais, interdisciplinaridade e aprendizagem de língua inglesa por alunos do ensino médio.

Confira o texto de Lucas Moreira dos Anjos-Santos; Raquel Gamero; Telma Nunes Gimenez

RESUMO

As tecnologias digitais fazem parte da vida contemporânea e sua apropriação criativa e potencialmente subversiva tem provocado transformações nos modos de produção do conhecimento e da informação. Tendo por base as concepções de letramentos digitais (SNYDER, 2009; BUZATO, 2009; MOITA LOPES, 2010) e de ensino de línguas comunicativo baseado em tarefas (BROWN, 2007; WILLIS, 1996), realizamos atividades de aprendizagem de língua inglesa por adolescentes, estudantes do ensino médio, em contexto de imersão. Por meio do projeto institucional Novos Talentos, financiado pela CAPES, planejamos e desenvolvemos uma semana de atividades em língua inglesa, envolvendo diferentes práticas letradas digitais, com vistas à interdisciplinaridade. Neste artigo apresentamos o arcabouço conceitual orientador das atividades, uma descrição das atividades realizadas em diferentes oficinas, bem como uma discussão sobre os papéis dos letramentos digitais no desenvolvimento de projetos interdisciplinares e ensino-aprendizagem de língua inglesa.

Palavras-chave: letramentos digitais; interdisciplinaridade; novos talentos; Ensino Médio.


ABSTRACT

Digital technologies are part of contemporary life and their creative and potentially subversive appropriation has provoked transformations in the ways knowledge and information are produced. Based on the concepts of digital literacies (SNYDER, 2009; BUZATO, 2009; MOITA LOPES, 2010) and on communicative task-based language teaching (BROWN, 2007; WILLIS, 1996), we developed activities for English learning by adolescents, high school students, in an immersion context. Through the institutional program “Novos Talentos”, sponsored by CAPES, we planned and developed activities in English around different digital literacy practices aiming at an interdisciplinary work. In this article, we discuss the theoretical framework foregrounding the activities, describe the activities developed for different workshops and discuss the roles digital literacies may have in the development of interdisciplinary projects and English teaching and learning.

Keywords: digital literacies; interdisciplinarity; “Novos Talentos”, High School.

Leia o texto completo aqui.

Publicação: A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE PROFISSIONAL NO ESTÁGIO DE REGÊNCIA DE INGLÊS

Confira o texto de Vera Lúcia Lopes Cristóvão e Raquel Gamero na revista Pro-docência.

RESUMO: Desenvolvido em um contexto de prática de ensino, no qual o modelo adotado de formação se configurou de forma não tradicional, o qual proporcionava um ambiente de desenvolvimento profissional tanto para as alunas-professoras em formação inicial quanto para as professoras colaboradoras e para a supervisora formadora, em formação continuada, este trabalho tem como objetivo fazer uma análise sobre a construção da identidade profissional de futuros professores de inglês de uma turma de quarto ano do curso de Letras Vespertino de uma universidade pública do norte do Paraná. Compreendemos que a identidade é sócio-histórica e dialogicamente construída e se constitui a partir de interações. O mesmo ocorre com a identidade profissional, mas neste caso, as transformações ocorrem em contato com o ambiente de trabalho e suas práticas sociais. Para esta pesquisa, os dados investigados provêm de diários nos quais as alunas desenvolveram vários temas relacionados a questões que envolvem o trabalho do professor, narram suas experiências, fazem uma auto-avaliação e levantam questionamentos a respeito da prática adotada. Deste modo, a análise visa a ressaltar o tipo de identidade profissional emergente nos textos produzidos a partir de uma observação de ordem semântica de acordo com Bronckart (1999), pelo levantamento temático e análise do contexto de produção dos diários. os resultados apontam indícios de formação reflexiva, seja por intermédio do modelo de formação proposto dentro do projeto parceria Universidade/Escola e suas atividades, seja pelos fatores contextuais de formação propiciados por esse modelo. As representações construídas atentam para ressignificações que só são possíveis a partir do período de tempo em que as alunas-professoras vivenciaram esse processo formativo, o que não seria possível, se contrastado com os modelos tradicionais de formação.

 

Confira o texto todo aqui.

Publicação: Material didático para educação tecnológica de professores de inglês: uma experiência no âmbito do programa ‘novos talentos’

Michele Salles El Kadri, Raquel Gamero, Telma Gimenez

 

Resumo

Este trabalhoobjetivaapresentar, descrever e analisardois módulos do material didático desenvolvido para a formação continuada de professores de inglês, intitulado “Connecting ide@s: tools for teaching English in a contemporary society”. O material foiproduzido com o propósito de subsidiaroportunidades para o desenvolvimento de professoresde língua inglesa e também o ensinodessa língua pormeio de gêneros digitais. A análise está embasada nos critérios estabelecidospelasdiretrizescurricularesnacionais para a formação de professores (BRASIL, 2002), e nos parâmetros estabelecidospelo TESOL Technological Standard Framework (HEALEY et al., 2009). Os resultadospreliminaresapontamque as unidadesatingemparcialmente os objetivosestabelecidospelosdois parâmetros. A reformulação do material deverá aindalevar em conta os resultadosefetivos alcançados a partir da análise das produções didáticas dos professoresatendentes do curso.

Leia o texto todo aqui.

Dissertação: Pesquisa? só no paper! : a constituição da identidade de professor – pesquisador em formação inicial

Confira a dissertação de Raquel Gamero, de 2011.

Resumo: A formação de professores de Língua Inglesa em nível inicial tem sido alvo de pesquisas e publicações nas últimas décadas. Para a investigação dessa formação, é necessário mapear o modo como as instituições formadoras de professores têm proposto a construção de saberes por intermédio do currículo e o impacto de suas atividades na construção da identidade do futuro profissional. Esta pesquisa é um estudo de caso, que pretende contribuir com esses estudos no que se refere à formação inicial e à constituição da identidade profissional, investigando esse processo no decorrer de uma disciplina. O objetivo geral desta pesquisa é investigar se o perfil identitário de professor-pesquisador é desenhado pelas participantes como imagem de si para o outro, por meio das representações construídas e das características de (re)textualização no decorrer da pesquisa., Este estudo ancora-se no construto teórico-metodológico do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD), que visa a investigar o agir humano por intermédio da linguagem, com o qual procuramos analisar as condições de produção dos textos, suas formas de planificação, seus mecanismos de textualização e seus mecanismos enunciativos. Por fim, fizemos o cruzamento do levantamento temático com as dimensões que constituem o trabalho do professor. Com base nessas asserções, esta pesquisa centra-se na análise da linguagem proveniente de situações da formação inicial do professor, mais especificamente no agir linguageiro sobre o trabalho docente, desenvolvido durante a disciplina de Língua Inglesa para a Sala de Aula, no curso supracitado, que é composta por conteúdos que se articulam nos eixos da teoria, da prática e da pesquisa. Os corpora da pesquisa são textos escritos (atividades de análise de aulas de língua inglesa, no início e no final da disciplina, e relatos autobiográficos) e orais (grupo focal). Os resultados parciais da pesquisa: as análises dos textos em que as participantes relatam sua história pessoal apontam para a forte influência do outro na constituição identitária das participantes, para a insegurança delas em relação aos conhecimentos adquiridos na formação para a docência, para o sentimento de necessidade de atuação profissional para que elas se sintam professoras; as atividades de análise de aulas de língua inglesa mostram que as alunas-professoras inicialmente apresentam sua análise, mobilizando suas representações, aparentemente provenientes do estágio supervisionado, do que seria a investigação de aula e após a intervenção essas análises sofreram influências da intervenção proposta pela pesquisa, já modificando as formas de textualização e o gênero adotado para realizar tal atividade. Entretanto, a intervenção, no período de um ano, e em uma única disciplina não é suficiente para que as alunas-professoras se apropriem da identidade de professor-pesquisador. Com isso nossa pesquisa aponta para a necessidade de se oferecer mais ferramentas durante a formação inicial, para que os profissionais em formação nessa instituição tenham a oportunidade de construir e fortalecer as dimensões crítico-reflexiva, avaliativa e ético-política no decorrer do curso de formação de professores.

Leia o texto completo aqui.